quinta-feira, 3 de julho de 2014

Sinal misterioso detectado no aglomerado de Perseu

Há 240 milhões de anos luz, o sinal pode ser nossa melhor evidência de matéria escura



O conceito de matéria escura foi concebido como uma forma de explicar a massa perdida no universo cuja existência pode ser deduzida através das observações das propriedades e movimentos de outros corpos celestes, mas que não pode ser detectada diretamente.

Acredita-se que compõem 84,5% da matéria do universo, a natureza da matéria escura ainda permanece um mistério, apesar de grandes esforços dos cientistas para provar que ela existe.

Acredita-se que o sinal recém-detectado, descrito como um "pico de intensidade em um comprimento de onda muito específico de luz de raios-x", poderia surgir a partir do decaimento de uma partícula teórica chamada "neutrino estéril", que interage com a matéria normal por gravidade.

Se isso for comprovado, então ele poderia ser responsável por, pelo menos uma parte, da matéria escura no universo e isso ajudaria os cientistas a montarem mais uma peça do quebra-cabeça para a compreensão da estrutura e composição do cosmos.

Nenhum comentário: